SES MT recebe representantes da ONU para o projeto Rede Cidade da Saúde

23/09/2017 12:44
Projeto é realizado em cooperação com o UNOPS

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) recebe representantes da ONU para o projeto Rede Cidade da Saúde, que é realizado em cooperação com o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops).

Os especialistas estarão em Cuiabá de 27 a 29 de setembro, quando se reunirão com os gestores da SES. O objetivo é alinhar as ações do projeto Rede Cidade da Saúde com as atividades apoiadas pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) que também atua na Secretaria, somando esforços para fortalecimento da SES e do SUS Estadual.

O projeto pretende ampliar a oferta em saúde no estado, permitindo que mais pessoas tenham acesso à saúde de qualidade e que os recursos sejam usados de maneira mais eficiente.

Para isso, trabalha mapeando as necessidades em saúde no estado para propor soluções em rede que facilitem o acesso da população aos serviços de saúde, em territórios com alta demanda e baixa oferta, e soluções efetivas inclusive no longo-prazo.

Também irá desenvolver modelos de financiamentos alternativos que permitirão melhor uso do recurso público, com contratos bem estruturados, que garantem serviços de qualidade a um melhor custo-benefício. Além de aperfeiçoar os processos operacionais da SES MT e fortalecer seus mecanismos de gestão, por meio da formação de seus servidores, garantindo uma secretaria ainda melhor para atuar na Saúde do Estado.

UNOPS

O Unops é um organismo operacional das Nações Unidas. Ao redor do mundo, apoia outras agências do sistema ONU, governos, organismos multilaterais e outros parceiros na execução de  projetos humanitários, de desenvolvimento e de consolidação da paz.

No Brasil, por meio de convênios de cooperação técnica, o Escritório apoia os governos em diferentes áreas, transferindo conhecimentos por meio dos melhores especialistas, garantindo que os recursos públicos sejam utilizados de forma eficiente e transparente, e que os projetos sejam geridos com um enfoque em sustentabilidade.

 

Fonte: SES-MT